terça-feira, 29 de junho de 2010


Minha liberdade é tão superficial, eu queria mesmo é deixar o vento me levar, sem rédeas, sem pudores, sem limitações. Acordo e só o que consigo pensar em quão rotineira é minha vida e como a cada dia mais pessoas tentam me prender em suas vontades e pensamentos, penso em como seria minha vida longe daqui, não sei se liberdade se assemelha à felicidade, mas mesmo que eu não fosse totalmente feliz ainda assim eu seria minha, eu com as minhas tristezas, angústias, eu comigo. Não é solidão que eu quero, não suportaria viver assim, mas mesmo que hoje tudo a minha volta tente me prender, meus pensamentos são tão livres, minha alma viaja tão longe, esse longe que um dia pretendo estar, de corpo e alma, comigo.

Bianca B.

6 comentários:

  1. Os pensamentos livres são uma das coisas mais importantes pra mim. Essa liberdade interior me deixa leve, e assim não contribuo com o peso do mundo exterior ao meu redor.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Cê deu uma boa explicação pra quem não entendia a frase "Liberdade é pouco, o que procuro ainda não tem nome".

    ResponderExcluir
  3. Valeu por seguir. Gostei do seu blog {:

    ResponderExcluir
  4. A minha liberdade também é superficial...
    Odeio por ela é assim.

    ResponderExcluir
  5. Acho que ninguém é completamente livre, pra todo mundo ela acaba sendo meio que superficial. E no fim, terminamos sem saber o que realmente é a tal liberdade.

    Parabéns pelo blog e obrigado por seguir lá! :D

    ResponderExcluir
  6. adorei bia.. =D muito sutil e fodão.. ;*

    ResponderExcluir

Deixem aqui seus carinhos :*