sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Nunca mais

Lágrimas. Lágrimas confundidas com a água quente que caia do chuveiro. Lágrimas que escorriam pelo seu rosto triste e machucavam tão quanto às palavras que iam e voltavam constantemente num fluxo atormentador. A escuridão a acompanhava em comunhão com a Lua que invadia a sua dor através do basculante aberto. Pareciam se reconhecer num olhar fixo que lançou para aquela imensa luz imponente e tão familiar. Mais lágrimas, muitas lágrimas. Escondeu-se do reflexo da Lua que atravessava o banheiro abrigando-se no escuro. Deixou que água molhasse seus cabelos longos, aumentando a velocidade e deixando com que ela batesse ferozmente em seu rosto. Estava completamente despida, ela e a sua alma. Ela e a sua dor. Passeava as mãos pelo seu corpo e deixava as unhas bem feitas arranharem um pouco mais a sua pele macia, massageou os seios e em seguida levou suas mãos até o rosto, precisava sentir a si mesma, sentir que ainda estava ali inteira e que ele não tinha levado nada, mesmo sabendo que tinha levado tudo. A água batia sem parar e levava um pouco da dor pelo ralo. Sonhos, dor, paixão, amor, tudo pelo ralo. Ela deixou que tudo se fosse da mesma forma com que ele foi. Odiava o fim da mesma forma que odiava não saber odiá-lo. Cessou as águas, enxugou seu corpo cansado. Deu uma ultima olhada na lua e deixou mais uma lágrima escorrer, acendeu as luzes e olhou seu reflexo no espelho embasado. Apagou as luzes mais uma vez e foi dormir. Dormia sempre às claras. Naquela noite não. Preferiu a escuridão, até porque ele não a procuraria e se procurasse ela não queria que a achasse. Nunca mais.

Bianca Bigogno.

51 comentários:

  1. Bianca querida,

    Fato consumado. Choro chorado. Sem ódio, talvez decepção.
    A dor deixa cicatrizes, mas estas cicatrizes te lembrarão os momentos felizes.
    As águas levam o que é pra ser levado e com o tempo novos caminhos se abrirão.
    Não se apresse, logo logo voltara a dormir com as luzes acesas.
    Certamente alguém achará este caminho de luz e voltará a alegrar esse coraçãozinho.

    bjos

    ResponderExcluir
  2. Bianca !!!!

    Que texto belo , intenso ...
    Fiquei sem fôlego te lendo ,
    me recordando de quantas vezes lavei lágrimas , amores , dores.


    Bom demais ver você de volta , Tb
    Te Adoro Muitoooo ...

    E que seu dias e noites se façam
    com serenidade.


    Bjo Imensoooooooooooooooo ... :)

    ResponderExcluir
  3. Nossa, forte esse.
    Gostei muito.
    Me perguntei: Quem nunca chorou no chuveiro?
    Infelizmente, pior que a decepção, é saber que o sentimento não muda só por estar decepcionada, arrasada.
    Mas com o tempo o coração se regenera.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que post intenso!
    É muito ruim se iludir, sofrer, sentir dor.

    Mas com um tempo isso ameniza(espero que sim)

    Bjos

    Nina

    ResponderExcluir
  5. Olha só! Que bom que você voltou! Estava com saudades de ler os seus textos! Passava sempre por aqui, quando tinha tempo... Ando um tanto ocupada! :/
    Mas, sim... O texto está muito bom! (Não que isso seja uma novidade!) Hihi
    Um beijo

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. poxa bia como você consegue escrever coisas perfeitas ? mt foda esse texto. literalmente.
    parabéns bia *-*

    ResponderExcluir
  8. Tamanha inspiração é da importância do motivo da inspiração.
    Parabéns! Muito bom!!

    ResponderExcluir
  9. Para que conhece a história da Lua... o texto é triste... De uma profundidade sem igual! Belo Texto Biazinha!!

    Bjoos

    ResponderExcluir
  10. Ai Biaaaaaaaanca, gostei demais. Adorei o modo como descreveu e a intensidade com que o fez. adorei adorei. parabéns :*

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. kkkkkk estou sempre em mudançaa
    obrigado pelos comentários bii
    sempre passo aqui e me esqueço de comentar..

    'Odiava o fim da mesma forma que odiava não saber odiá-lo'

    beijos..

    ResponderExcluir
  13. isso me lembra aquela musica 'Crying in the rain" do A-ha:

    "Eu nunca vou deixar você ver
    o jeito que meu coração partido dói.
    Eu tenho meu orgulho e sei esconder
    toda tristeza e toda dor.
    Eu vou chorar na chuva.

    ...

    Gotas de chuva caindo do céu
    nunca puderam levar meu sofrimento
    Desde que não estamos juntos
    Eu peço tempos nebulosos
    para esconder as lágrimas
    que você nunca verá."

    sério, essa musica é uma marca da minha vida '-'

    Lindo texto meu bem =*

    ResponderExcluir
  14. Biancaaaaaa,*-*
    Nossa, eu já estava preocupada com a sua ausência. Sempre vinha aqui ver se tinha alguma coisa e cadê Bianca? mas é muito bom saber que está de volta, estava com muitas saudades de ler seus textos.

    E como sempre você arrasou, amei o texto, ficou perfeito.

    "(...) sentir que ainda estava ali inteira e que ele não tinha levado nada, mesmo sabendo que tinha levado tudo."

    Essa parte ai foi a que mais me tocou. Lindo,lindo e lindo!

    Beijo Grande querida :)

    ResponderExcluir
  15. 'ela odiava o fim da msm forma que n/conseguia odia-lo'...por isso e por outras coisas começamos a vê-lo nas pçs, nas praias, nos restaurantes...Ah, Bianca!
    Beijos e um bom fim de semana!
    PS: Perdi o link do seu blog,s erá que tenho que segui-la de nv? Vou tentar!

    ResponderExcluir
  16. Mas eu lhe achei... De novo
    Volta!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Não foi nada flor!
    Eu que agradeço!
    Seu blog é lindo.
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  18. Loucura libertadora. Interessante a apresentação do blog! Ótima semana, colega da querida Bahia!

    ResponderExcluir
  19. Bianca, eu consegui chorar as lágrimas desse texto... É impressionante a forma como seus textos tem sido intensos! Parabéns de verdade... E obrigado pelos comentários em meu blog, obrigado por acompanhar minhas palavras... Saiba que também acompanho as suas.
    Alias, linda foto do perfil... Fica com Deus!
    :)
    Desamar faz chorar gotas de limão, faz doer dores que não doiam (...) Desamar é morte viva!

    ResponderExcluir
  20. Perfeito! Li no momento certo.

    ResponderExcluir
  21. Apesar de um pouco triste, o texto é perfeito. Muito intenso, de verdade.

    "Odiava o fim da mesma forma que odiava não saber odiá-lo."

    Me identifiquei bastante com essa parte. ;)

    Estou seguindo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Quando eu recuperar o fôlego depois de tanto desespero, deixo aqui meus elogios. Não que essa falta de oxigênio já não seja. Ela só existe quando a admiração é capaz de esvaziar meus pulmões.
    Belo texto.

    ResponderExcluir
  23. Que bom que te causei boas sensações, é uma forma de retribuir o bem que tuas palavras fazem. Foi completamente espontâneo, um agradecimento pela tua suavidade.
    Espero que durma bem, acorde melhor ainda e que goste do texto. Te espero com as portas abertas.
    E janelas também, por precaução.

    ResponderExcluir
  24. Obrigada por esperar o chá, lindo se blog tambem, você escreve muito bem.
    To te seguindo e sempre visitarei ;*

    ResponderExcluir
  25. Bianca deixa eu te dizer o play que eu uso exatamente é deste site aqui:
    http://www.mensagenseimagens.com.br/geradores/musicas/

    Mas deixa eu te dizer este play só pega musicas do seu pc.. da net não..

    Vc pode estar usando tbm este aqui que pega musicas da net:
    http://www.musicdumper.com/

    Outra coisa qualquer play que vc pegue o tamanho vc configura, assim como um video...
    vc procura estas numerações

    width="300" height="68"

    ou seja largura e altura..
    e mexe nelas aumenta ou diminue como quer o play correto??

    qualquer duvida pergunte.. bjs

    ResponderExcluir
  26. Ahh que bom que deu certinho, rs

    beijoos linda

    ResponderExcluir
  27. Bibi, quanta saudade!
    Tava sentindo sua falta lá no Clube, viu? Some mais não!
    Olha, não esqueça que tudo na vida é passageiro, viu? Nenhuma dor é para sempre.
    Precisando de mim, é só chamar!
    Beijim

    ResponderExcluir
  28. Olá! Devo agradecer ao que disse, é ótimo ver alguém que sinta, se preocupe, enfim... Suas palavras foram ótimas de serem lidas! Adorei seu blog, e los hermanos ao fundo é sempre ótimo ^^ Te seguindo, claro. Será um prazer receber sua visita novamente, beijão, se cuide

    ResponderExcluir
  29. ei bianca!! seu texto mexeu comigo; você descreveu tão bem e detalhadamente a cena, que foi possível visualizá-la por inteiro em meus pensamentos, inclusive, tentar adivinhar no motivo que levaou à tal situação.
    A forma como você falou sobre os cabelos, as mãos, os seios, a água e a escuridão, transmitiu uma sensação de, praticamente, poder tocá-los (ao menos, foi o que senti). A clara (e embaçada) situação em que queremos nos entregar, mas damos a última centelha de energia para nos mantermos firmes e enfrentar a escuridão.
    Esse é um daqueles textos que dá gosto de ler, pois invade nossa mente e coração.

    bjs!!
    ps. demorou, mas voltou em grande estilo rs

    ResponderExcluir
  30. Ganhou uma admiradora Bianca!! Parabéns, belos textos... me identifiquei com alguns. Em meus favoritos a partir de agora. Beijos

    ResponderExcluir
  31. Ahhhhhhh, esse texto é perfeito, poxa! Parabéns! to seguindo o blog
    um beijo

    ResponderExcluir
  32. Lindo texto, querida. Se esconder pode não ser a melhor solução, mas , muitas vezes, é escolhida. Não há pecado.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  33. gostei de como voce escreve!
    blog lindo *-*

    ResponderExcluir
  34. Adorei!!! A questão da perda da virgindade de forma única e sutil... Parabéns!

    ResponderExcluir
  35. Eu te escolhi para receber o selo do “Premio Dardos” que é o reconhecimento aos ideais que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais etc, que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, e suas palavras.
    Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar o carinho e reconhecimento ao seu trabalho.

    Passa lá no Buteco pra pegar o seu.

    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  36. Bia amiga, que lindo. Achei perfeito, sutil, sensual, lindo como sempre.Eu escrevi um poema mais quente no blog, rs, depois passa lá.
    Ai menina, fala de sumiço ñ. Ando numa fase meio conturbada q acabei deixando meu blog um pouco de lado, mas aos poucos estão voltando com força total, rs.. Eu tô tentando ficar bem e vc?
    bjo querida, saudade de tu

    ResponderExcluir
  37. Poxa, não fica triste não...
    haha
    Bjs

    ResponderExcluir
  38. Ahh Bianca!!! Quanto sentimento; me identifiquei bastante! Realmente, como você disse num comentário pra mim que deixou alguém partir, prestei bastante atenção ao texto para ver se percebia isso. E percebi. A solidão, a dor, a angústia e o medo de seguir em frente. Compartilho de tudo isso ;~ MUITO LINDO! PARABÉNS, MESMO! Beijos

    ResponderExcluir
  39. Bianca
    Fico sem fôlego cada vez ao ler seus textos criativos e envolventes. As vezes penso se algum dia irei escrever como você. Grande escritora você é. Todos os dias abro seu blogger localizado nos meus favoritos, leio uma nova postagem e me identifico de algum modo a ela. Este foi meu primeiro comentário, e não será o ultimo. Conheci seu blogger através de um amigo, faz algum tempo, sempre li, nunca comentei, não sei porque... Espero que escreva mais.

    Beijos

    De: Uma Leitora fiel fiel.

    ResponderExcluir
  40. Querida sumida! hahahaha... Aparece!
    Tem um desafio para você no meu blog! :*

    ResponderExcluir
  41. Por onde andas? Saudades de vc e de seus textos...
    Bjs*

    ResponderExcluir
  42. Ei, Bianca!

    Vim parar aqui de um jeito muito interessante e adorei!
    Ao comentar um poema no meu blog, o Lufe - do butecodolufe.blogspot.com - escreveu um trecho do penúltimo texto que você postou, lindo, por sinal. Ele, claro, disse que era seu, fiquei encantada com o que li e vim conhecê-la e aos seus escritos.
    Aqui, dando uma percorrida no seu blog, constatei a grandeza da sua sensibilidade. Demais os seus textos, garota! Virei sua fã!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  43. MUITO BOM, BIA.
    Você sabe, não é?
    Amo seus textos.
    Bj, linda.

    ResponderExcluir
  44. moça Bianca, quando voltará aos seus frenesis? rs

    :)

    bjs

    ResponderExcluir
  45. Bianca querida,

    Por onde anda você?
    Apareça, você nos faz falta....

    bjocas

    ResponderExcluir
  46. Belíssimo texto como todos os outros qe li.
    Parabéns!! consegue passar todo o sentimento quando escreve, isso é verdadeiramente brilhante.
    Ja sou seu fã.

    ResponderExcluir
  47. Felipe Sousa Cerqueira12 de janeiro de 2011 02:32

    Bia, perfeição não ví ainda nesse mundo, agora quase, depois do seu texto tirar todas as palavras da minha boca pra comentar com alguém e tirar também o som da música q ouvia... GÊNIA é isso q vc é...
    Parabéns!..
    ;*

    ResponderExcluir
  48. Texto intenso, adoro.
    Gostei do teu blog, menina.
    Vou visita-lo mais vezes. Beijos

    ResponderExcluir
  49. Texto intenso, adoro.
    Gostei do teu blog, menina.
    Vou visita-lo mais vezes. Beijos

    ResponderExcluir

Deixem aqui seus carinhos :*