terça-feira, 7 de setembro de 2010

Querido

Sabe querido, muita coisa mudou desde a última vez que nos vimos. Não sou a mesma, vivo em constante mudança e creio que você também tenha mudado muito. Por muito tempo eu estive com as mãos atadas ainda presas a você, mas se está lendo esta carta pode ter certeza que eu já me libertei. Ela foi escrita a uns dois, talvez três meses e foi dentro desse tempo que eu resolvi me libertar. Sem duvida esta carta era bem maior, ela pedia explicações, ela tinha muita dor e magoa, mas eu a refiz querido, assim como eu refiz a mim mesma. O propósito dela agora é diferente. Devo admitir que tenho muitas lembranças de você, mas sabe, é uma delicia ver como nada disso dói mais. Doeu bastante e por muito tempo, mas já basta o tempo que eu te quis e você friamente se negou a mim. Antes eu sentia teu cheiro em cada canto da casa e isso sinceramente me deixava muito abalada. Querido, eu não sinto mais teu cheiro, eu não sinto mais nada, surpreendentemente nada. Por muitas vezes eu chorei, esbravejei, me recusei a aceitar sua partida, mas eu não via a oportunidade que você estava me dando, hoje eu vejo. Você deixou com que eu sentisse a mim mesma, foi maravilhoso perceber o quanto é gostosa a minha companhia e o quanto eu necessito dela. Eu sinceramente te agradeço querido, de coração. Eu desejo muito que você seja feliz e que nunca sinta as dores que você me fez sentir. Te desejo tudo de bom, porque desde que você saiu tenho aprendido muito e desde que resolvi me libertar tenho estado muito feliz.

Adeus querido, adeus.
Bianca B.

39 comentários:

  1. Bia, há muitas palavras que você expressa que eu acabo me encontrando nelas também e me sinto um pouco triste quando é transmitido a verdade.(um pouco triste, ou até mais do que a gente pense para você). Não sei se por ser do mesmo signo que você, aliás hoje eu não acredito tanto nessas coisas. Mas quero te dizer que admiro muito quem escreve, e continue assim. Será produtivo para nós que estamos lendo, e para você. Porque é como se você tivesse em um divã, contando o mais profundo de você para um psicólogo. E isso, faz muito bem, muito bem. /Jéssyca Martins/

    ResponderExcluir
  2. Muito profundo seu texto, fez-me pensar em como a vida brinca com a gente... nos faz de fantoche, quase que literalmente.
    Não deixe de escrever nunca.
    Beijos,
    Nicole.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo texto amor. Parabéns. Me fez ver o outro lado do que estou passando. Na verdade, do que eu passei.
    Beijos:*

    ResponderExcluir
  4. Muito bom seu texto.
    A volta por cima...
    A introspecção...
    A consciencia do eu...
    O lidar com a solidão...
    O reconhecimento da importancia do outro, o abandono, o desamor nos faz crescer...
    Recuperação da auto estima...
    Reaberta para o amor...
    bjoca

    ResponderExcluir
  5. Fã dessa menina...
    Esses textos..falam tanto das coisas q realmente acontece,com uma essencia tao verdadeira.
    Continue assim linda!
    Babi.

    ResponderExcluir
  6. Excelente texto Bianca, juro que me emocionei, é exatamente o que estou precisando fazer, me libertar.
    Continue sempre assim, admiro muito seu amor-próprio e sua maneira de lidar com essa parte da vida.

    Bjs :)

    ResponderExcluir
  7. o post está perfeeeiiito!

    simm, adeus querido! ja tive essa fase. e realmente - foi otima para minha construção de maturidade.
    hoje vejo, valeu a pena o esforço e tbm,claro, o aborrecimento. mas compensou... (:
    otima semana flor! :**

    ResponderExcluir
  8. Concerteza, muito perfeito ! Você escreve muito bem, e realmente emociona ! E é o que preciso 'ME LIBERTAR'.
    ''Você deixou com que eu sentisse a mim mesma'' amei ! :*

    ResponderExcluir
  9. Muito, muito bom, mesmo! Bianca, você escreve muitíssimo bem, parabéns! E obrigado por ser leitora assídua do Sangue e Solidão! :D

    ResponderExcluir
  10. Olá, Bianca. Que blog mais lindo e que texto são esses menina? Como vc escreve bem! Sinto que estarei sempre aqui para ler essas maravilhas! Parabens.

    E é claro que já estou te seguindo! E muito obrigada por me seguir tbm, flor :)

    Grande Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Tenho o privilégio de ouvir os seus textos antes de serem postados e hj vendo um a um com as fotos escolhidas com tanto carinho, fiquei emocionada e muito orgulhosa,continue assim ..., minha grande amiga e companheira de todas as horas, "Paixão da minha vida"
    Bjs mami.

    ResponderExcluir
  12. "Devo admitir que tenho muitas lembranças de você, mas sabe, é uma delicia ver como nada disso dói mais"

    Bianca, que lindo isso!
    Faz um tempo eu escrevi uma carta dessas e é perceptível como é fato tudo o que acontece com a gnt, como podemos ser fortes e não conseguir encarar no primeiro momento isso, temos que ter coragem.


    Gostei muito dessa carta, e o querido ficou delicado, preenchendo um vazio que já fora tapado.

    Parabéns moça!

    ResponderExcluir
  13. Muito bom o texto, mesmo. Gostei das palavras... Você escreveu bem, e me identifiquei muito, lindo texto.

    ResponderExcluir
  14. Ás vezes precisamos nos depreender de algo ou alguém para sentirmos ou vermos o obvio...
    Obg pelas visitas e comentários sempre generosos... Não sei pq não consigo colocar seu blogs nos meus preferidos...
    Bjs*

    ResponderExcluir
  15. Porra Bia você que textos lindos e FODA .. me apaixonei mesmo viu? se depender de mim você já tem uma fã *-*
    Beijão Ju :**

    ResponderExcluir
  16. As vezes precisamos passar por coisas ruins para aprender, e para conseguir enxergar as coisas com mais clareza. E quando conseguimos tirar a poeira da frente dos olhos redescobrimos coisas maravilhosas, pq elas já estavam ai, ja sabiamos, só estava um pouco esquecida por causa do novo 'estado'. Mas enfim, não importa se caimos na real cedo ou tarde, o que importa é que caia. rs

    ResponderExcluir
  17. .

    Te encontrei no blog da Mariana, vim te visitar e me deparo com essa bela carta.
    Nossa! Como seria bom se pudéssemos todos nos dar esse valor, nos amar primeiro antes de amar o outro. Mas a verdade é que no fim sempre acabamos por nos amar mais e chega o dia em que realmente conseguimos afastar essa dor incômoda que o outro nos deixou.

    Gostei.

    Te sigo!

    E vamos colecionar sorrisos

    =)


    .

    10

    ResponderExcluir
  18. Bah, adorei teu comentário hahaha Perfeito, é sempre bom quando eles acrescentam ainda mais ao post. E também adorei teu blog.

    Esse texto por exemplo. Despedidas são sempre complicada e doloridas assim, exigindo certas reinvenções.
    Adeuses dóem, mas, as vezes, são necessários e não há nada pra se fazer além de dá-los.

    ResponderExcluir
  19. Bia..assim como eu, percebo que tens a vontade e necessidade de expressar-se diante de seus sentimentos, não com um intuito de arrecadação de publico, mas no intuito de dividir experiencias e pensamentos...perfeitos seus textos...

    ResponderExcluir
  20. Amor-próprio... essencial! :) Gostei! Estou te seguindo!

    ResponderExcluir
  21. Que texto contundente , Bianca !
    Adorei te ler ...
    Te vi no Franck e vim conferir.
    Te sigo daqui por diante .

    BjO.

    ResponderExcluir
  22. Oi , Bianca !
    Que bom te ver lá no meu Cadinho. :)

    Obrigada pelas palavras carinhosas ...
    Adorei seus textos e seu blog já está na minha lista de leitura obrigatória.

    Bjão e um Sábado cheio de Sorrisos.

    ResponderExcluir
  23. PERFEITO! Não posso falar nada além disso. Mas eu já disse hoje que você é "gay"? Não? É! rsrs. Te amo!

    ResponderExcluir
  24. hehehe... menina, só da de escrever por aqui, então é aqui que respondo ta? :D
    ah, mas não é só tu, toda vez que olho pra ele; tenho que rir muito - até tiro tempo pra isso, sério! :P aiuheuaihe
    OTIMO DOMINGO flor...beijo
    Ah, te add no msn :D Sou mari- então prazer ta! (:
    beijooo

    ResponderExcluir
  25. nossa que perfeito
    gostei do blog
    beijos

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. Oi Bianca :D
    to seguindo seu blog tambem XD
    muito lindo!

    ResponderExcluir
  28. muito interessante seu texto ! e seu blog é show de bola !
    seguindo *-----*




    http://textossemfim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Oi , Bianca !

    Hoje vim só pra te dar um BjO e agradecer seu comentário .

    Adoro seu jeito objetivo , sempre na mosca !!! :)

    ResponderExcluir
  30. Nestas horas que eu percebo que as vezes o adeus também pode ser a chave da felicidade e geralmente ele é visto só como algo ruim.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  31. Oi,Bia!Nossa passando para conhecer seu blog, menina me identifiquei muito com a sua carta.espero em breve poder uma assim, com as mais sinceras palavras e com a certeza de que o tempo é capaz de apagar lembranças e sofrimentos.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  32. belo texto. Bonito e intenso.
    Parabens pelo blog.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  33. Olá Bianca, esta é a primeira vez que eu visito teu blog. Amei de cara esta Carta. Imagino que todos nós a devêssemos ter feito. Pois, é necessário que nos libertemos e reaprendemos a nos amar com sinceridade e intensidade. A medida que nos amemos sabemos nos valorizar...Ah e este querido, no final verá que quem perdeu foi ele mesmo. E vc ganhou!!! Ah e como ganhou, precisa dizer não neh, rs. Viu visita meu cantin...bjos

    ResponderExcluir
  34. Bonito texto. Lindo seu blog tbm!
    Add ai: http://plantaoonline.blogspot.com/
    Segue tbm! @paolajornalismo

    ResponderExcluir
  35. Oi , Bianca !!!
    Falta nadinha nesse seu coração,
    minha linda , ...Rs
    Ele tá aqui , inteirinho , é só
    te ler que se vê .

    BjãO !!!!!

    ResponderExcluir
  36. Passando para lê-la, pena não ter nenhum texto recente!
    Uma quinta de muita paz! Bjs*

    ResponderExcluir

Deixem aqui seus carinhos :*